Mulheres Jihadistas - Patrulha Muçulmana - Zona Sharia - Perseguição aos britânicos cristãos

Os artigos a seguir foram traduzidos do Francês e muitos são notícias de 3 anos atrás.



Em Londres, a patrulha da Sharia quer cortar as mãos dos ladrões e apedrejar mulheres adúlteras. 

Arrumar emprego ninguém quer, né?



Inglaterra - O islamista Abu Rumaysah ( seu nome real é Siddhartha Dhar) faz parte da Patrulha da Shariah e conta a quem quer ouvir que ele quer ver todas as mulheres no Reino Unido "cobertas da cabeça aos pés. "




Rumaysah e seus amigos islâmicos estão patrulhando as ruas de East London para chamar a atenção dos cidadãos que não respeitam a lei islâmica. Em uma série de vídeos, esses islâmicos podem ser vistos perseguindo as mulheres por seu vestido considerado inapropriado, tentando convencer os homens a parar de beber álcool, e assim por diante.




Vídeo abaixo ( Francês) mostra que os tribunais islâmicos que usam a Sharia são tolerantes. Não sei de onde tiraram isso.A cena abaixo mostra uma mulher em uma corte islâmica na Inglaterra
( ridículo...estão querendo montar no Brasil) pedindo o divórcio. Ela fala que sobre abuso físico e psicológico do marido e é concedido o divórcio. Pois bem: pra mim é tudo mentira, é ceninha para mostrar como estes religiosos são legais.


"No final, eu quero ver todas as mulheres neste país cobertas da cabeça aos pés", disse Rumaysah à repórter da televisão, Clarissa Ward. "Eu quero ver a mão dos ladrões cortada. Quero ver mulheres adúlteras apedrejadas. Quero ver a Sharia na Europa, e também quero ver na América. Eu acredito que nossas patrulhas são um meio para esse fim ".




Rumaysah aborda o jornalista com autoridade e, na frente da câmera, diz: "Então, se cubra. Use o hijab ".

Rumaysah está perto do religioso muçulmano Anjem Choudary. Os dois homens foram presos em setembro, acusados de incitar jovens muçulmanos britânicos a praticarem terrorismo.Mas, adivinha quem está até hoje respondendo processo e impedido de andar por algumas cidades da Inglaterra? Sim, os britânicos cristãos do Britain first.



Inglaterra: patrulhas cristãs contra a polícia Sharia





A situação está se tornando cada vez mais explosiva na Inglaterra. Desde 2013, em East London, os islâmicos tentaram controlar certos bairros e estabeleceram patrulhas de sharia ("patrulhas da Sharia") que gostariam de "cortar as mãos dos ladrões e apedrejar mulheres adúlteras ". Como em Berlim com a shariah polizei (polícia da Sharia), esses islâmicos querem impor um código de conduta baseado na lei islâmica.Desde 2014, o movimento da Grã-Bretanha respondeu organizando patrulhas cristãs (Patrulhas cristãs) para não ceder território aos islâmicos.



Síria - Mulheres jihadistas sádicas e às vezes europeias 




O Estado islâmico estabeleceu uma força policial feminina cuja missão é assegurar o respeito pela lei da Sharia e gerenciar os lugares onde as mulheres forçadas a escravidão sexual são reunidas.Esta polícia Sharia recruta suas forças na Brigada Al-Khansa. Esta brigada de mulheres jihadistas tem sede em Raqqa, uma cidade descrita como a capital do Estado islâmico na Síria.Algumas dessas mulheres vieram da Grã-Bretanha e gostam de exibir seus piores comportamentos nas mídias sociais, incluindo espancamento de suas vítimas.Essas mulheres jihadistas também mostram como eles humilham mulheres Yazidi e tratam-nas como escravas.Estas patrulhas da polícia Shari'a abusam  das mulheres pelo simples motivo de não usarem, por exemplo, sapatos que se adequassem ao gosto  desses fanáticos bárbaros.




No comments